sexta-feira, 18 de fevereiro de 2005

...Fumo...

Fumo

Longe de ti são ermos os caminhos,
Longe de ti não há luar nem rosas;
Longe de ti há noites silenciosas,
Há dias sem calor, beirais sem ninho

( Florbela Espanca )

2 comentários:

susana disse...

... mas que melancólico que tu andas : )

Lyra disse...

hum...
Prefiro os teus próprios textos, as tuas opiniões.