segunda-feira, 20 de setembro de 2004

... Cobardias e coisas anónimas...

A 27 de Julho, um Domingo, escrevi este Post ao abrigo de um dos mais elementares direitos de um Estado Democrático, de resto consagrado na Constituição, a Liberdade de Expressão. Por isso mesmo aceito todas as criticas que possam fazer, é assim o exercício da Democracia, no entanto os comentários anónimos enojam-me e por isso mesmo passo a transcrever um deles deixado a propósito do Post em baixo reproduzido:

"Anonymous said...

És mais bronco a escrever do que a rasgar acórdãos de tribunais.

21:55"...

Passo a explicar o seguinte:

1º - Não rasguei acordão nenhum!

2º - Estou arrependido, se fosse hoje e face ao teor do acordão e à decisão do Tribunal, não só o teria mesmo rasgado como teria lido o acordão para que o direito à indignação não fosse só meu.

3º - Não me arrependo de nada daquilo que se passou, fui Homem para aceitar as regras do jogo, sou Homem para aceitar as consequências sem culpar quem quer que seja (assim mais alguém tivesse cumprido aquilo que prometeu).

4º - Prefiro, orgulhosamente, ser um "bronco", mas dar a cara e assumir as minhas atitudes, do que ser um cobarde que se esconde sob a capa do anonimato.

5º - E já agora, pelo espectáculo que os candidatos ao cargo de secretário geral do ps têm dado, a decisão do PR em nomear Santana Lopes para PM está mais que justificada.

Segue o Post que deu origem ao "corajoso" comentário...

"...Nem Mais...


(Cortesia: O Acidental )

... Lá porque dos 40% de portugueses que votaram nas Euopeias, houve uns quantos que votaram na esquerda, moribunda, não queiram que 2 mil manifestantes decidam por 10 milhões...
posted by José Carlos Soares at
22:35 3 Opiniões "

2 comentários:

Anónimo disse...

Querido Zé,

Fico feliz por saber que continuas igual a ti mesmo. adorei a resposta. saudades!

beijinhos
ana anes

Paulo Villas Boas disse...

Amigo Zé! Ainda que os teus passos pareçam inúteis, vai abrindo caminhos,(como os postados neste blog) Como a água que desce cantando da montanha... Outros te seguirão...
O homem é feito para a luta, não para o repouso, por isso estás no caminho certo! Não devemos dar demasiada atenção ao que os críticos dizem. Nunca foi erguida uma estátua em honra de um crítico.
Porta-te...abraços e (ou) pontapés nas canelas!!!
Paulo Villas Boas