sexta-feira, 19 de novembro de 2004

...Tabaco, proibições e outros dislastes...

... Lá veio mais uma ordem de Bruxelas: Vamos proibir o tabaco.

Concordo que fumar faz mal, concordo que há quem morra por causa do tabaco, mas serão as coisas assim tão lineares, tão maniqueístas? Se levarmos ao extremo e formos proibir tudo aquilo que pode matar, vejamos tudo o que teríamos de sancionar e estes são apenas alguns exemplos:

1- Andar de carro, ninguém pode conduzir porque os acidentes matam mais que o tabaco.
2- Comer, já viram a quantidade de gente que morre devido a congestões e outras doenças provocadas pela ingestão de alimentos?
3- Respirar, já repararam na má qualidade do ar e os micróbios que andam por aí e que provocam milhares de mortes?
4- Votar, já repararam na péssima qualidade dos nossos politicos cujas decisões nos levam à morte?
5- NASCER, sim nascer. Deviam proibir o nascimento, já repararam que não há um único caso de gente que tenha nascido e não tivesse morrido?

1 comentário:

gelsenkirchen disse...

estiveste bem no ponto 5. Bem esgalhado. um abraço do amigo provinciano. o robinho já chegou? deve vir de machimbombo, ehehehe. abraço