quarta-feira, 22 de dezembro de 2004

...Vieste tu feiticeira...

Uma das mais belas canções de Luís Represas, feiticeira... nem mais...

"De que noite demorada
Ou de que breve manhã
Vieste tu, feiticeira
De nuvens deslumbrada

De que sonho feito mar
Ou de que mar não sonhado
Vieste tu, feiticeira
Aninhar-te ao meu lado

De que fogo renascido
Ou de que lume apagado
Vieste tu, feiticeira
Segredar-me ao ouvido

De que fontes de que águas
De que chão de que horizonte
De que neves de que fráguas
De que sedes de que montes

De que norte de que lida
De que deserto de morte
Vieste tu feiticeira
Inundar-me de vida."

4 comentários:

M.C. disse...

este post não vou comentar :-) sinto-me a invadir a sua privacidade...(deixo-lhe votos de um feliz natal.)

Anónimo disse...

Boa noite caro José Carlos Soares, venho cá apenas dizer que o citei num post, no meu bloguezito, e que nos comments apareceu por lá um comentário com a 'sua' assinatura!
Terá sido mesmo o José, ou foi só alguém a reinar? :)


Saudações

www.sportingsemprexxi.blogspot.com

pedro guedes disse...

Um feliz Natal!

João Carvalho Fernandes disse...

Feliz Natal e óptimo 2005.

Abraço do JCF